Limites do Homem

Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

Consequências/ Complicações

 

Com a Amputação, os principais problemas que surgem são:

  • Edema
  • Contracturas
  • Sensação fantasma
  • Dor
  • Dor fantasma
  • Neuromas
  • Problemas cutâneos
  • Problemas psicológicos
  • Problemas ósseos
  • Infecções
  • Escoliose

 

Edema – após a amputação, o edema é uma complicação bastante frequente. Causa uma massa avermelhada e dura, a qual se não for tratada pode progredir e  

originar graves problemas. Aumenta a sensibilidade e a dor na extremidade do coto.

 

 

Contracturas – ocorrem, geralmente, antes ou imediatamente após a amputação. Ocorre, normalmente, devido ao mau posicionamento do coto, o que conduz à sua fixação em determinadas posições. Com uma contractura é extremamente complicado se movimentar com a prótese, isto porque, esta situação torna a sua adaptação difícil devendo por isso ser evitável.

 

 

Dor - pode ocorrer de inúmeras formas, pode ter origem no coto e assim é designada de dor local. A dor local pode ser provocada por um neuroma desprotegido que está a ser pressionado. A dor referida é a maior parte das vezes sentida dentro do coto além da sua extremidade, originando-se num ponto distal. Uma dor na articulação pode estender-se pelo restante membro.

 

Sensação fantasma – corresponde à sensação no membro ausente, como se de um membro intacto se tratasse. É uma ocorrência quase inevitável nos períodos precoces após a amputação. Essa sensação pode encontrar-se acompanhada de um formigueiro nada agradável e ser descrita como uma sensação de peso e dormência.

 

 

Dor fantasma – é definida como a sensação de dor percebida pela falta de uma parte do membro amputado, enquanto que a dor do membro residual é percebida na origem da porção residual do membro. A dor fantasma é uma consequência inevitável da amputação.

 

Neuromas – uma vez cortado um nervo, a sua extremidade pode tornar-se num neuroma, o qual, geralmente, não causa qualquer dor se for protegido adequadamente. A dor existe sim, se os neuromas forem expostos a pressões fortes ou a movimentos constantes do coto.

 

 

Problemas psicológicos – surgem devido à agressão maciça no corpo, à auto-imagem e ao estilo de vida do paciente que sobrecarregam todo o mecanismo de defesa psíquico, o que torna o paciente acessível a alterações psíquicas. Sentimentos de culpa, vergonha, ira, frustração são extremamente comuns e variam de pessoa para pessoa.

 

 

Problemas ósseos – o problema mais comum é o esporão (super crescimento ósseo), que é derivado de retalhos do periósteo retidos no coto após a amputação.

 

 

Escoliose – pode ser desenvolvida através de um comprimento desigual dos membros inferiores (pernas).

 

 

 

publicado por limitesdohomem às 12:30

mais sobre mim

Calendário

Número de Visitas

pesquisar