Limites do Homem

Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

O cérebro do autista

 

Os cientistas descobriram que, em pessoas com autismo, os fios do cérebro que processam e transmitem as informações estão com defeito, o que causa falha de comunicação entre as células do cérebro. Assim como contém muitas fibras nervosas que não funcionam de maneira suficiente para facilitar a comunicação entre as várias partes do cérebro. O que, conforme estudo de cientistas, pode afectar o tamanho normal do cérebro.

Por volta dos 4 anos, o cérebro de um autista tende a ser grande para a sua idade. São os defeitos genéticos nos factores de crescimento do cérebro que podem levar a esse desenvolvimento anormal do cérebro. Por isso existem irregularidades nas próprias estruturas do cérebro, como no corpo caloso (que facilita a comunicação entre os dois hemisférios do cérebro); na amígdala (que afecta o comportamento social e emocional); e no cerebelo (que está envolvido com as actividades motoras, o equilíbrio e a coordenação). Anormalidades que ocorrem durante o desenvolvimento pré-natal.

publicado por limitesdohomem às 12:37

mais sobre mim

Calendário

Número de Visitas

pesquisar