Limites do Homem

Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

Tipos de memória

Tipos de memória

 

 

 

 

 

 

 

 

Existem vários tipos de memória!

 

Os neurocientistas (psiquiatras, psicólogos e neurologistas) distinguem memória declarativa de memória não declarativa.

Declarativa: Armazena o saber que algo se deu. É aquela que pode ser declarada. É mais facilmente adquirida, mas também mais facilmente esquecida.

Não declarativa: "Como isto se deu". Inclui procedimentos motores (ex: como andar de bicicleta). Depende dos gânglios basais e não atinge a nível de consciência. Requer mais tempo para ser adquirida, mas é bastante duradoura.

 

Memória Fotográfica

Quando fechamos os olhos e vemos uma pessoa.

Memória sensorial

Quando a visualizamos e conseguimos senti-la.

Memória Sentimental

Quando tudo envolve uma grande sentimento.

 

Memória instantânea

É a memória composta por toda a informação que é acessível em tempo real, imediatamente), dela faz parte:

  • Informação pessoal

É onde estão situadas as coisas, tarefas que estão para fazer, rotinas, etc.

  • Preconceitos

Fazem parte do nosso carácter/personalidade.

  • Programas de respostas automáticas

Carregam-se num curto período de tempo quando acordamos.

  • Memória de trabalho

Permite o armazenamento temporário de informação. Muito da compreensão da memória de trabalho vem de experimentos de lesões de animais e técnicas de imageamento (ex: ressonância magnética, com esta técnica pode-se observar imagens internas de corpos humanos e de animais, bem como se seres microscópicos para isso o paciente é submetido a um campo magnético intenso) em humanos.

 

Tipos de memória pela sua perspectiva temporal:

Memória a curto prazo

É a memória com duração de alguns segundos ou minutos. Neste caso existe a formação de traços de memória. O período para a formação destes traços chama-se Período de consolidação. Um exemplo comum é a incapacidade de nos lembrarmo-nos de um nome que à um minuto atrás sabíamos muito bem. Nós temos a informação mas esta fica presa ao inconsciente e a força de vontade não basta para torná-la acessível à consciência. A memória de trabalho também se pode classificar como memória a curto prazo pois ela permite o armazenamento de informação temporariamente.

 

Memória a longo prazo

Provem da consolidação da memória a curto prazo ocorrendo assim um rearranjo morfofuncional do neurónio o que aumenta não só os traços de memória, mas também o número de receptores e neurotransmissores. Pode durar dias, meses e anos. Exemplos de memória a longo prazo são as memórias de infância, o nome e a idade de alguém.

publicado por limitesdohomem às 10:56

mais sobre mim

Calendário

Número de Visitas

pesquisar