Limites do Homem

Quinta-feira, 31 de Março de 2011

O Tacto

 

 

 

 

Como para a maioria dos seres humanos, o tacto é muito importante para o recém-nascido. Através do toque, ele aprende muito sobre o mundo que o rodeia. De início, só busca o conforto. Vindo de um fluido, quente e envolvente, antes do nascimento, será confrontado pela primeira vez com a sensação frio ou com o arranhar de uma costura áspera na parte de dentro das suas roupinhas. Cabe aos pais, proporcionar-lhe o toque suave que ele precisa: cobertores macios, abraços reconfortantes e festinhas na cabeça. O recém-nascido está a aprender sobre a vida em cada contacto que estabelece através do toque, por isso dê-lhe muitos beijos ternos e ele verá que o mundo é um local suave para se estar.

publicado por limitesdohomem às 11:35
Quinta-feira, 31 de Março de 2011

O Paladar e Olfacto

          

 

 

 

Assumimos que os recém-nascidos cheiram porque sabemos que eles conseguem saborear e estes são os dois sentidos humanos mais intimamente, relacionados. Estudos com bebés até aos três meses indicam que eles preferem os sabores doces, ao mesmo tempo que recusarão ou chorarão se lhes for dado algum alimento amargo ou ácido. A boa notícia é que, pelo menos por enquanto, não tem de se preocupar com as preferências gastronómicas da criança: o leite do peito, ou um substituto adequado, satisfazem-no completamente! Quanto ao olfacto, pense no mundo de cheiros que a rotina diária proporciona ao seu bebé: as roupas, o jantar a cozinhar no fogão, as flores no jardim. O médico pode sugerir a introdução de alimentos sólidos algures entre os quatro e os sete meses. Deve seleccioná-los cuidadosamente, dando-lhe a experimentar. 

publicado por limitesdohomem às 11:33
Quinta-feira, 31 de Março de 2011

A Audição

 

Os recém-nascidos ouvem desde o tempo em que estavam no útero. Os batimentos cardíacos da mãe, o «borbulhar» do seu sistema digestivo e mesmo sons exteriores como a voz da mãe e de outros membros da família, já fazem parte do seu mundo há algum tempo. Desde que nasce, os sons do exterior chegam-lhe com mais volume e com mais clareza, e ele pode assustar-se com o ladrar inesperado de um cão que se encontra por perto, ou com um prato a partir-se no chão da cozinha. Por outo lado, pode parecer acalmar-se com o suave sibilar do secador de roupa ou o zumbido do aspirador. As vozes humanas, principalmente as do pai e da mãe, são a sua «música» preferida. Se estiver a chorar no berço, repare como o aproximar da sua voz o acalma. Veja a atenção com que a escuta se estiver a falar com ele num tom carinhoso.

 

 

 

publicado por limitesdohomem às 11:31
Quinta-feira, 31 de Março de 2011

A Visão

 

A visão de um recém-nascido está ajustada para que ele veja as coisas mais importantes do seu mundo como é o exemplo do rosto dos pais. Embora consiga ver mais longe, nesta altura o bebé apercebe-se melhor do que vê a uma distância de 20 a 35 centímetros. Apesar da sua visão estar a funcionar, ainda são necessárias algumas correcções, especialmente no que diz respeito a focar á distância. Pode até parecer que os seus olhos se cruzam ou diferem (como se fosse estrábico) por breves instantes. Geralmente, este é apenas um sinal de que os músculos precisam de se fortificar e desenvolver-se durante os próximos meses. Os recém-nascidos estão melhor “equipados” para ver cores contraditórias do que tonalidades parecidas.

 

publicado por limitesdohomem às 11:30

mais sobre mim

Calendário

Número de Visitas

pesquisar